Embaixador da russia é morto por atirador na Turquia

O atirador estava no fundo observando a fala do embaixador.

Andrei Karlov, embaixador da Rússia na Turquia, foi morto por um atirador enquanto visitava uma galeria de arte em Ancara, capital turca, segundo o Ministério das Relações Exteriores russo. O responsável pelo ataque gritou “Allahu Akbar” (“Alá é grande”), de acordo com um fotógrafo da agência de notícias AP que estava presente no local.

O atirador, que segundo sites internacionais era membro da polícia turca na capital Ancara, foi abatido no local por forças de segurança, de acordo com a imprensa turca. Três outras pessoas também foram feridas no ataque.

De acordo com o jornal norte-americano Washington Post, o atirador gritou frases em defesa da Síria. “Não esqueçam de Aleppo! Não esqueçam da Síria! Vocês não ficarão seguros até que nossas cidades tenham segurança. Somente a morte pode me levar daqui. Nós somos aqueles que prometeram fidelidade a Maomé para fazer a jihad (guerra santa)”.

O responsável pelo ataque teria mostrado uma identificação oficial para entrar na galeria de arte. Ainda não é claro se ele estava no local a serviço ou não. Uma foto do embaixador momentos antes de sua morte mostra o atirador posicionado logo atrás de Karlov, à esquerda.

AP/Burhan Ozbilici

COMPARTILHE