Aimorés-MG:Três dias após assumir, prefeito Marcelo Fubá decreta estado de emergência

O prefeito de Aimorés Minas Gerais, Marcelo Marques(Marcelo Fubá), decretou situação de emergência na administração municipal. Ele assumiu o cargo no último domingo (1). O decreto foi publicado no Diário Oficial dos Municípios e vale até 13/01/2017.

Segundo o novo prefeito Marcelo Fubá, há problemas ainda no serviço de limpeza de Aimorés e distritos sofrendo com a paralisação da capina e varrição das vias públicas. O decreto relata atraso de pagamento de servidores temporários e terceirizados, além de riscos para a segurança da população em virtude da ausência de iluminação pública,entre tantas barbaridade ainda tem a folha de pagamento do mês de dezembro que não foi empenhada.

De acordo com o prefeito Marcelo Fubá não houve transição,entre pedidos de informação que nunca foi atendido pela outra gestão, por esse, e outros motivos está difícil alinhar o município a falta informação de localizar documentos,e para deixar mais complicado a situação foi apagado da memória de vários computadores informações de todo o histórico da prefeitura gestão 2013/2016 e teve computador com HD trocado essa fraude foi constatado por em especialista em informatica.

Realizado uma vistoria,e ainda não foi encontrado documentos que presta informação financeiras de 2013 a 2016 tais documentos estão desaparecidos.

No documento também relata a situação da frota de carros sucateados que Marcelo Fubá recebeu,sendo assim fica difícil a prestação de serviços de qualidade a população.

“Encontramos todos os setores da prefeitura e as repartições públicas em um estado deplorável. Há muito pra ser feito, mas com empenho vamos colocar a casa em ordem”, disse o prefeito ao assinar o documento.

“A conjugação de todos estes caóticos fatores existentes na pacata cidade Aimorés repercute diretamente na eficaz prestação dos serviços públicos e no exercício das atividades constitucionalmente”, afirma o gestor no documento.

COMPARTILHE