Brasilia-DF: Marcão do povo é demitido da record,e deixa de ganhar milhões em contratos

O ex-apresentador do “Balanço Geral” também disse que a cantora só está o processando porque “está em baixa”

Um dia após da demissão da Record TV por chamar a cantora Ludmilla de “macaca” no programa “Balanço Geral”, o apresentador Marcão do Povo se manifestou sobre o assunto. Em entrevista à Rádio Gaúcha, ele voltou a dizer que o termo é uma “expressão regional” e que não quis “denegrir a imagem da Ludmilla”.

“O que é racismo? Eu não cometi nenhum ato de racismo. No aniversário da minha filha, eu dancei a música da Ludmilla. Se eu tivesse citado uma pessoa branca, não tinha nada disso”, disse.

Além disso, Marcão disse que não gostou da decisão da cantora em processá-lo e opinou que a “cantora está muito em baixa no Brasil atualmente. Ela vive de processos hoje”. Em seguida, pediu desculpas pelo ato e disse que o sonho de sua filha é conhecê-la.

Eu peço perdão à cantora. Eu peço perdão. Ludmilla, eu tô aqui pra dizer que jamais tive a intenção de denegrir a sua imagem. Nós somos seus fãs. O sonho da minha filha é te conhecer. Então me perdoe, de coração. Perdão a você e seus fãs

Marcão do Povo

Os números recentes de Ludmilla não indicam que a cantora esteja em baixa. No Instagram, ela registra 5,8 milhões de seguidores. A funkeira encerrou 2016 com uma agenda de 20 shows por mês, além de ter sido uma das homenageadas do prêmio da revista “IstoÉ”.

Ao falar sobre a demissão da emissora de TV, Marcão disse que não assinou a rescisão do contrato e que tenta fazer com que mudem de ideia. “Eu ainda não assinei o distrato com a Record, até porque não houve nenhum erro de minha parte. Eu notifiquei a empresa dizendo que tenho muito interesse em continuar na emissora, estou à disposição”, concluiu.

COMPARTILHE