Governador do ES levou R$ 1 milhão da Odebrecht, diz delator

Ex-presidente da Construtora Odebrecht afirma em delação que “pagamentos indevidos” a Paulo Hartung foram realizados durante as campanhas de 2010 e 2012

No acordo de delação homologado pelo Supremo Tribunal Federal (STF), o ex-presidente da Construtora Odebrecht Benedicto Barbosa da Silva revela que o governador do Espírito Santo, Paulo César Hartung Gomes, recebeu 1 milhão de reais da empreiteira durante as campanhas eleitorais de 2010 e 2012. Segundo o delator, os “pagamentos indevidos” foram realizados em parcelas nos meses de setembro de 2010 e setembro de 2012. Na decisão em que determina a retirada do sigilo da decisão, o ministro Edson Fachin acata o pedido do procurador-geral da República, Rodrigo Janot, para que os depoimentos – bem como os documentos juntados na delação – que citam o governador capixaba sejam remetidos ao Superior Tribunal de Justiça (STJ).

Em nota, Hartung afirmou que não disputou as eleições de 2010 e 2012. “Portanto, é mentirosa a informação de que teria recebido recursos da construtora Odebrecht nesses dois pleitos”, disse.

Confira as acusações feitas pelos delatores

GERALDO ALCKMIN (PSDB-SP) – governador usava cunhado para receber propina

AÉCIO NEVES (PSDB-MG) – senador teria recebido mesada de até 2 milhões de reais

DILMA ROUSSEFF (PT) – ex-presidente teria recebido 150 milhões para campanhas

ROMERO JUCÁ (PMDB-RR) – senador recebeu propina para defender interesses da Odebrecht

RENAN CALHEIROS (PMDB-AL) – com Jucá, recebeu R$ 5 milhões para aprovar MP

EDISON LOBÃO (PMDB-MA) – senador levou R$ 5,5 milhões de reais da empreiteira

FERNANDO COLLOR (PTC-AL) – recebeu 800 mil reais na campanha eleitoral de 2010

LINDBERGH FARIAS (PT-RJ) – recebeu 4,5 milhões de reais em propinas nas eleições de 2008 e 2010

CIRO NOGUEIRA (PP-PI) – recebeu 1,6 milhão de reais nas eleições de 2010 e 2014

EDUARDO CUNHA (PMDB-RJ) – ex-deputado teria arquitetado plano para sepultar a Lava Jato

BLAIRO MAGGI (PP-MT) – ministro recebeu R$ 12 mi para ajudar a liberar crédito da empresa

VICENTE CÂNDIDO (PT-SP) – deputado federal recebeu 50 mil reais para viabilizar Itaquerão

JORGE PICCIANI (PMDB-RJ) – recebeu caixa dois da Odebrecht nos anos de 2010 e 2012

PAULO HARTUNG (PMDB-ES) – recebeu 1 milhão de reais nas eleições de 2010 e 2012

HÉLDER BARBALHO (PMDB-PA) – recebeu 1,5 milhão  de reais  em três parcelas

RICARDO FERRAÇO (PSDB-ES)  executivos dizem que repassaram a ele 400.000 reais via caixa dois

ALDEMIR BENDINE – ex-presidente do BB e da Petrobras, recebeu dinheiro para ajudar a Odebrecht

ALFREDO NASCIMENTO (PR-AM) – ex-ministro de Lula e Dilma, recebeu 200 mil reais via caixa 2

JOÃO BACELAR FILHO (PR-BA) – recebeu 250 mil reais da Odebrecht para ajudar em MP

CELSO RUSSOMANO (PP-SP) – deputado federal recebeu 50 mil reais na campanha de 2010

ZECA DIRCEU (PT-PR) – filho de José Dirceu teria recebido 250 mil reais para campanha

CARLOS ZARATTINI (PT-SP) – líder do partido recebeu propina para atuar em favor de MPs

PAULINHO DA FORÇA (SD-SP) – presidente da Força Sindical recebeu 200 mil para campanha de 2010

A LISTA AINDA ESTÁ SENDO ATUALIZADA.

COMPARTILHE