PINHEIROS-ES: Professora morre dentro de escola em Pinheiros

A prefeitura decretou três dias de luto pela morte da educadora

Uma professora de 46 anos morreu dentro da escola em que trabalhava, na tarde desta segunda-feira (10), em Pinheiros, na região Norte do Espírito Santo. Márcia Baptista Merllo estava na sala dos professores entregando um atestado médico para a coordenadora pedagógica, quando, de repente, sem esboçar reações, caiu no chão.

“Eu estava fazendo um planejamento com outra professora e a Márcia entrou na sala, me entregou os atestados e ficamos conversando. De repente, sem esboçar nenhuma dor, ela caiu de vez no chão. Só tive tempo de segurá-la para não bater com a cabeça. Ela não falou mais nada e começou a ficar com o rosto roxo. Acho que já estava morta”, contou a coordenadora pedagógica Marivalda Oliveira Costa Dalmásio.

A diretora da Escola Municipal de Ensino Fundamental São José do Jundiá, Osvaneide Moreira Silva, disse que foi chamada às pressas e conseguiu que um pai de aluno ainda tentasse levar a professora Márcia a um hospital. “Quando chegamos ao hospital, o médico disse que ela já chegou morta. Era o primeiro ano dela na escola. Foi uma professora exemplar, muito paciente e carinhosa com as crianças”, afirmou a diretora.

Ainda de acordo com a diretora, Márcia havia passado mal na semana passada e foi liberada para fazer exames. Nesta segunda-feira (10) a professora estava justamente entregando os atestados médicos da semana anterior, quando teve o mal súbito. “Ela estava normal. Lembro até que fui à sala dela levar um aluno e, logo em seguida, saí para atender um pai. Depois que saí, ela foi até a sala dos professores para entregar um atestado que comprovaria o motivo das faltas na semana anterior porque ela havia passado mal e o marido precisou levá-la ao hospital. Ela contou que sentia uma dorzinha por dentro e disse que os médicos pediram para ela fazer uma endoscopia”, lembrou Osvaneide.

A Prefeitura Municipal de Pinheiros decretou três dias de luto pela morte da professora e agradeceu aos serviços prestados por ela na área da educação. Márcia deixa o marido e uma filha de 9 anos. Ela completaria 47 anos na próxima segunda-feira (17).

COMPARTILHE